terça-feira, 24 de março de 2015

Alimentação da mulher em toda a faixa etária



1) A cada faixa etária o organismo feminino tem necessidades diferentes?
De acordo com a idade, a mulher precisa de uma alimentação rica em determinados alimentos e com restrições de outros para funcionar bem e garantir a boa forma.

As vitaminas e os minerais exercem um papel fundamental em todas as fases da vida, já que são nutrientes essenciais na formação de ossos, dentes, cartilagens, no desenvolvimento mental e atuam como substâncias reguladoras para o bom funcionamento do organismo.

A atenção e os cuidados com a alimentação da mulher devem ser redobrados nos momentos de transição, como gravidez e menopausa, em que o corpo precisa se adaptar a uma nova realidade.

2) Como deve ser a alimentação dos 15 aos 25 anos?
Fase da puberdade, primeira menstruação e também finalização de crescimento.
O cálcio é a substância que garante o crescimento saudável e a resistência dos ossos. Também ajuda a prevenir a osteoporose.

Já a proteína é importante para o crescimento dos músculos que estão sendo estruturados nessa idade.
Fontes de cálcio:

Leite
Queijo
Manteiga
Sardinha
Espinafre
Fontes de proteínas:

Carnes
Peixes
Ovos
Feijão
Açaí
3) Como deve ser a alimentação dos 25 aos 35 anos?
Por volta dos 25 anos de idade a produção interna de colágeno começa a diminuir, e aos 50 anos, o corpo só produz em média 35% do colágeno necessário, e por isso a suplementação de colágeno é essencial nesta fase da vida.
Os alimentos mais ricos em colágeno são as proteínas de origem animal, como carnes vermelhas ou brancas e a gelatina convencional.

O colágeno é importante para manter a pele firme, prevenindo ou retardando o aparecimento das rugas e da flacidez natural do processo de envelhecimento. Por melhorar a aparência e a elasticidade da pele, o colágeno também é indicado para ajudar no tratamento da celulite.

Mas, para melhorar a absorção do colágeno presente nos alimentos, é importante o consumo de alimentos ricos em vitamina C (como laranja e abacaxi) na mesma refeição, pois eles potencializam a absorção do colágeno em 8 vezes, conferindo assim resultados melhores na redução da flacidez.

4) Como deve ser a alimentação dos 35 aos 45 anos?
Não dispensar o uso do colágeno, mas também se preocupar com a queda de metabolismo que fica cada vez mais evidente. As mulheres acima de 40 precisam de uma ingestão calórica menor, portanto um controle alimentar mais restrito. Mas é importante que esse cardápio seja composto de alimentos ricos em proteínas magras, vitaminas, minerais e carboidratos integrais em pouca quantidade.

Para diminuir os efeitos da pré-menopausa, procure por linhaça, que tem lignana, composto químico semelhante ao estrógeno. Os probióticos, além de darem uma mãozinha para as funções intestinais, contribuem para a melhor absorção de nutrientes, evitando deficiências de vitaminas e minerais típicas dos 40.

5) Como deve ser a alimentação dos 45 aos 55 anos?
Acontece a queda de hormônios. Aumente o consumo de frutas, chás anti-inflamatórios, como o verde, de romã e de amora, e proteínas magras, como peixes, frango, soja, cogumelos, iogurte e queijos magros.
O consumo de mais proteínas é fundamental para ganhar massa muscular e consequentemente aumentar o metabolismo. os derivados da soja podem ajudar a normalizar os níveis de estrógeno, que bagunça a vida de mulheres sobretudo após a menopausa.

6) Como deve ser a alimentação dos 55 adiante?
É um mix de todas as idades, porém se preocupar mais com a pele é uma maneira boa de mentir a idade... abuse de frutas vermelhas, principalmente as berries que tem os antioxidantes mais potentes do mundo... quem não conseguir consumir das berries, devido a seu custo elevado, abuse do açaí, consuma todos os dias, mas apenas 3 col de sopa por dia. ele é nossa gogiberry brasileira.


Fonte: Autor Dra. Paula Fernandes Castilho. Nutricionista graduada pelo Centro Universitário São Camilo. Especialista em Nutrição Clínica pelo GANEP Capacitada em Fitoterapia em Nutricosméticos. Diretora da Sabor Integral Consultoria em Nutrição. Disponível em: http://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=2588

Nenhum comentário:

Postar um comentário