segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Mulheres com bulimia compensam exagero na alimentação frequentando academias

 
Estudo alerta que elas estão usando a prática de exercício de forma imprópria. Estudo publicado na Revista Brasileira de Ciências do Esporte revela que muitas mulheres com bulimia fazem exercício físico após episódios de alimentação exagerada. Segundo o texto “Bulímicas: elas vão à academia de ginástica?”, estes resultados podem indicar que o exercício físico funciona como um método de compensar a falta de controle com a comida. Participaram do estudo 197 mulheres matriculadas em academias de ginástica. A prevalência de traços bulímicos foi de 11,2%. Dos indivíduos que apresentaram traços bulímicos, 59,1% afirmaram praticar exercício físico após episódios de alimentação exagerada. Para os autores, os resultados obtidos, somados à análise dos resultados das pesquisas anteriores, sugerem que o exercício físico para mulheres que sofrem de bulimia pode estar sendo praticado com a finalidade equivocada e por consequência dos efeitos dos transtornos. “Estes dados podem indicar que esse comportamento compensatório através da prática de exercício físico pode levar as mulheres a procurar as academias de ginástica. Nesta situação, as mulheres que sofrem de bulimia encontram nas academias de ginásticas uma variedade de práticas corporais para saciarem e reforçarem o comportamento bulímico”, alerta o estudo.


Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101
32892013000300008&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Disponível em: http://www.nutricaoempauta.com.br/lista_artigo.php?cod=2568

Nenhum comentário:

Postar um comentário