quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Surto Alimentar em Resort em Maragogi, em AL



O Tribunal de Justiça de Alagoas determinou a interdição da área de preparo e manipulação de alimentos do Resort Miramar Brasil Ltda, em Maragogi, Litoral Norte de Alagoas, após uma denúncia da ocorrência de um surto alimentar no estabelecimento causando a hospitalização de 48 hóspedes. Uma turista teria morrido no local. A informação foi divulgada pela assessoria do órgão nesta quarta-feira (26) após publicação no Diário de Justiça. 

Segundo o TJ, o desembargador presidente José Carlos Malta Marques suspendeu liminar do primeiro grau, depois de uma decisão da Vara de Maragogi de 11 de outubro, que permitia o retorno do funcionamento, procedimento que já havia sido impedido pela vigilância sanitária. 
De acordo com o TJ, a vigilância afirma que o local não reúne as mínimas condições de higiene e que os surtos no hotel têm sido constantes desde 2012. Em março daquele ano, ocorreu uma infecção alimentar que causou a morte da turista argentina.
O presidente José Carlos Malta explica que uma suspensão de liminar só é admitida em caso de risco de grave lesão à ordem, saúde, segurança e a economia públicas, o que foi demonstrado pela Vigilância Sanitária no processo, que apresentou fotografias do local.

“Está demonstrada a possibilidade de grave lesão à saúde pública, tendo em vista que, não bastasse as condições precárias de higiene, há notícia de vários casos de intoxicação alimentar de pessoas que estavam hospedados no estabelecimento interditado, inclusive ocasionando o óbito de uma delas” disse o desembargador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário