segunda-feira, 20 de outubro de 2014

A Dieta do Cérebro



1) Cuidados na hora de escolher um produto e uma atividade de lazer fazem a diferença para o cérebro?
O cérebro é um órgão poderoso, que possui uma capacidade de armazenamento e aprendizado incríveis. Mas para que ele funcione no máximo de sua potencialidade, é preciso receber alguns cuidados.

Com os avanços da ciência, hoje sabemos que existem inúmeros recursos para isso: de receitas para as refeições diárias a jogos que estimulam a produção de neurônios. O cérebro precisa de energia para funcionar e consome 20% da energia de todo nosso corpo. Podemos, inclusive, gastar 30 calorias por hora somente pensando. Mas com as prateleiras lotadas de industrializados, isso acaba sendo muito pouco: está difícil seguir uma dieta que contribui tanto para a forma física quanto para a saúde do cérebro. O corpo e o cérebro estão cada vez mais preguiçosos.

2) Quais são os desafios para o bom funcionamento do cérebro?
A alimentação, a atividade física e os desafios são três fatores importantes para o bom funcionamento do cérebro.
“Alguns alimentos fazem bem para a saúde do cérebro, principalmente os ricos em ômega 3. Troque massas e pães por frutas, que são excelentes fontes de energia e fibras. Evite excesso de gordura e invista em fartas porções de legumes e verduras, porque eles suprem sua necessidade de vitaminas.

Para que os neurônios e os músculos funcionem bem, inclua em sua dieta algumas vitaminas hidrossolúveis, que estão presentes nas frutas, como a vitamina C, as vitaminas do complexo B, vitaminas A e E.

O ovo, que por muito tempo foi visto como um vilão da dieta, é essencial para manter o funcionamento da memória, por meio da colina, nutriente presente na gema. Adotar uma dieta saudável ajuda a prevenir desde pequenos lapsos de memória até graves doenças neurológicas degenerativas. Somado à isso, praticar exercícios físicos e cerebrais também devem estar incluídos no dia a dia.

3) Como funciona a ginástica cerebral?
A ginástica cerebral é uma forma saudável e já comprovada pela ciência de manter a saúde do cérebro, pois preserva a memória e melhora a capacidade de atenção, concentração e raciocínio lógico. As atividades desenvolvidas no SUPERA, rede de escolas de ginástica para o cérebro, estimulam o aumento das conexões entre os neurônios por meio de jogos que impõem desafios ao cérebro. Os jogos aumentam a sociabilização, trabalham a estratégia, melhorando a agilidade, aliviam estresse e ansiedade, gastam energia, ativam o cérebro através de sinaptogênese e neuroênese, a produção e novas conexões neuronais e de novos neurônios no cérebro. Quanto mais conexões entre os neurônios, melhor será seu funcionamento.


Autor
 
Dra. Carla Tieppo
 
Neurocientista e consultora do SUPERA.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário