segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Os 10 passos para alimentação saudável

Departamento de Nutrição da Sociedade Brasileira de Diabetes 2014/2016

A Nutricionista Patrícia Jaime, coordenadora da CGAN do Ministério da Saúde, divulgou durante o COMBRAN – CONGRESSO BRASILEIRO DE NUTRIÇÃO, realizado de 17 à 22/09/14, em Vitória – ES, os “10 passos para alimentação saudável”, segundo o novo olhar do guia alimentar para população Brasileira. Nos 10 passos destacam-se a importância da refeição feita em casa (habilidades culinárias), o alerta para o uso abusivo do açúcar, sal, gorduras e principalmente do uso dos produtos processados e ultra processados.

                    

Os “novos” 10 passos introduzem a proposta da alimentação saudável numa visão social mais crítica e reflexiva, permitindo assim maior difusão do seu conceito na promoção da saúde e prevenção das doenças crônicas, tal como diabetes.

MAS AFINAL, O QUE SÃO ALIMENTOS PROCESSADOS E ULTRA PROCESSADOS?

Produtos processados são fabricados pela indústria com a adição de sal ou açúcar a alimentos para torná-los duráveis e mais palatáveis e atraentes.

Produtos ultra processados são formulações industriais de várias substâncias derivadas de alimentos, em geral com pouco ou nenhum alimento inteiro. A maioria dos ingredientes dos produtos ultra processados corresponde a aditivos que têm como função estender a duração dos produtos e dotá-los de propriedades sensoriais (cor, aroma, sabor, textura) extremamente atraente.

Conforme mostra o quadro a seguir, na dependência dos ingredientes e das técnicas de processamento, produtos prontos para consumo são classificados como produtos processados ou ultra processados.

Embora convenientes e de sabor pronunciado, produtos prontos para consumo tendem a ser nutricionalmente desequilibrados. Muitos favorecem o consumo excessivo de calorias, além de afetarem negativamente a vida social, a cultura e o ambiente.


                                

Fonte: 1. GUIA ALIMENTAR PARA A POPULAÇÃO BRASILEIRA. Ministério da Saúde.Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição. 2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário