sábado, 14 de dezembro de 2013

Desidratação infantil


 
A hidratação é de extrema importância para a manutenção da vida, em qualquer faixa etária. Alguns grupos são mais vulneráveis e devem receber maior atenção na prevenção da desidratação, assim como as crianças. Estudo recente relata que mais de um milhão de mortes por ano em crianças menores de cinco anos são causadas pela desidratação. No estudo, foram avaliados cerca de mil cuidadores de crianças em idades entre zero e 59 meses de idade, residentes em área rural (em Gâmbia), sendo verificada prevalência de 7,7% de diarréia, sendo que 81,5% dos cuidadores procuraram atendimento fora de sua residência, mas apenas 48,4% visitaram um centro de saúde. Apenas 17,0% das crianças com diarréia recebeu reidratação oral em casa. Outro estudou foi realizado através de entrevista de cerca de mil cuidadores de crianças menores de cinco anos no Quênia ocidental. De acordo com os resultados, os cuidadores com a educação formal eram mais propensos a fornecer a solução de reidratação e visitar uma unidade de saúde. Os dados dos estudos evidenciam a alta prevalência de diarréia em locais carentes, sendo que o acesso a informações também é prejudicado. A intervenção e ações que visem informar a população em relação aos cuidados para evitar a desidratação, assim como o soro oral, é de extrema importância, para evitar casos graves de diarréia e desidratação, os quais podem culminar em morte.


Fontes: Saha D; Akinsola A; Sharples K; et al. Health Care Utilization and Attitudes Survey: understanding diarrheal disease in rural Gambia. Am J Trop Med Hyg; 89(1 Suppl): 13-20, 2013 Jul. Omore R; O'Reilly CE; Williamson J; et al. Health care-seeking behavior during childhood diarrheal illness: results of health care utilization and attitudes surveys of caretakers in western Kenya, 2007-2010. Am J Trop Med Hyg; 89(1 Suppl): 29-40, 2013 Jul. Nutrição e Pediatria - 11/dez/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário