sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Diabetes Mellitus Gestacional

Diabete Melito Gestacional (DMG) é definida como qualquer grau de intolerância à glicose, de início ou primeiro reconhecimento na gravidez,tem como uma das estratégias de tratamento o adequado acompanhamento nutricional. A incidência da diabetes entre as gestantes gira em torno de 3 a 8%, devendo ser diagnosticada e tratada o quanto antes para garantir a saúde da gestante e do bebê. De acordo com estudo recente, a intervenção nutricional é uma aliada no controle do DMG, trazendo benefícios à saúde materno-fetal. Na avaliação do estado nutricional materno devem ser empregados os indicadores antropométricos, dietéticos, bioquímicos e clínicos. A avaliação dietética deve ser detalhada, destacando o fracionamento e composição das refeições. O acompanhamento nutricional no diabete gestacional tem como objetivo alcançar a normoglicemia e prevenir os riscos metabólicos e cardiovasculares em médio e longo prazo, para as mães e seus filhos. Outro estudo na mesma área foi realizado através de revisão da literatura científica sobre a terapia nutricional no Diabetes Mellitus Gestacional, sendo destacada a intervenção nutricional como uma importante aliada no controle do Diabetes Mellitus Gestacional, trazendo potenciais benefícios à saúde materno-fetal. Destaca-se ainda que no planejamento nutricional a distribuição de macronutrientes em relação ao consumo energético diário deve ser 45-65 por cento de carboidratos, 15-20 por cento de proteínas e 20-35 por cento de lipídeos. Quanto a recomendação dos edulcorantes, são liberados para gestantes acesulfame K, aspartame, neotame, sacarina e sucralose. A atividade física também deve fazer parte da estratégia de tratamento, mas com cautela. Por fim, é relatado que para o sucesso no controle do DMG são necessários: a participação da equipe inter e multidisciplinar, o cuidado pré-natal precoce, com assistência nutricional oportuna e a garantia da assistência de qualidade ao longo da gestação. Os dados dos estudos destacam a necessidade de tratamento e acompanhamento de gestantes com diabetes, destacando formas e benefícios de tratamento, devendo estas condutas serem introduzidas e disponibilizadas para todas as gestantes, tanto para diagnóstico, como para tratamento precoce.


Fontes: Reis, Lilian Barros de Sousa Moreira; Silva, Adriana Pederneiras Rebelo da; Paranhos Calderon, Iracema de Mattos. Acompanhamento nutricional no diabete melito gestacional. Comun. ciênc. saúde; 22(supl. 1): 93-100, 2011. Padilha, Patricia de Carvalho; Sena, Ana Beatriz; Nogueira, Jamile Lima; et al. Nutritional therapy in gestational diabetes. Rev. nutr; 23(1): 95-105, jan.-fev. 2010. Nutrição Clínica - 29/nov/2013


Nenhum comentário:

Postar um comentário