terça-feira, 1 de outubro de 2013

1º/10 - Dia Nacional da Doação de Leite Humano - “Mães de leite” salvam vida de bebês prematuros nas UTIs


Diariamente mulheres salvam bebês prematuros nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) sem nem conhecer esses recém-nascidos. São  doadoras de leite materno que permitem que essas crianças recebam o alimento mais importante no momento em que estão fragilizadas.
“O leite artificial não tem os anticorpos que o materno tem. É isso que vai ajudar na defesa do organismo da criança para evitar, por exemplo, uma infecção”, explica o médico Corintio Mariani Neto, diretor da maternidade estadual Leonor Mendes de Barros, no Belenzinho (zona leste de SP). A unidade é referência em banco de leite na região e abastece, inclusive, hospitais particulares de São Paulo.
Ele comenta que um banco de leite dentro de uma maternidade é tão importante quanto um de sangue em um hospital. Segundo o médico, os recém-nascidos dependem desse leite para sobreviver. “A maioria das crianças é alimentada por sonda já que muitos estão entubados ou ainda não aprenderam a sugar diretamente no peito”, diz.
O médico explica que qualquer mulher saudável que amamenta pode doar  e que não há preocupação de faltar o leite para o seu próprio bebê. “Quando mais você tira, mais você produz”, explica.
O leite é congelado e armazenado em  potes que  são coletados na casa das doadora.
Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, atualmente são 56 bancos de leite espalhados pelas diversas regiões do Estado. Até agosto deste ano, foram distribuídos 19.538 litros de leite humano para 20.257 receptores. Este volume foi doado por 30.950 doadoras.
De acordo com o Ministério da Saúde, a alimentação exclusiva por leite humano é indicada até os seis meses de idade e, como complemento a outros alimentos, até os dois anos de idade.

QUEM PODE DOAR?
Qualquer mulher que está amamentando que produz um volume de leite além da necessidade do seu bebê. A doadora deve ser saudável e não pode usar medicamentos que impeçam a doação

COMO ACHAR UM BANCO DE LEITE?

O Ministério da Saúde tem um cadastro com os endereços e telefone dos bancos de leite no país no site http://www.fiocruz.br/redeblh. Os bancos de leite orientam as mães em como fazer a ordenha e fazem a coleta na casa da doadora.


Fonte: Folha de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário