terça-feira, 24 de setembro de 2013

Consumo de maçã




Por ser nutritiva e saborosa, a maçã é consumida em larga escala em todo o mundo, sendo opção de lanche ou mesmo sobremesa, além de ser utilizada no preparo de diversos pratos. Pesquisa recente aborda o consumo de frutas e vegetais na redução de doenças não transmissíveis. De acordo com os dados, a maçã, no caso uma espécie cultivada no Chile, apresenta atividade antioxidante devido ao seu teor de flavonóides, sendo seu consumo relacionado à prevenção de doenças cardiovasculares e certos tipos de câncer. Porém o consumo de maçã, assim como de diversos alimentos deve ser feito a partir de fonte segura, higienizada de forma adequada antes de ser consumida. Pesquisa nesta área abordou as conexões entre uma polêmica apreensão de maçãs contaminadas no sul do Brasil há alguns anos, abordando o perigo da toxicidade nas plantações brasileiras. Deste modo, a maçã é considerada uma fruta nutritiva e que pode colaborar de forma positiva na prevenção de doenças, sendo seu consumo associado a demais hábitos alimentares e estilo de vida saudável, sendo uma boa opção para a longevidade. Porém deve ser adquirida de fontes conhecidas e que estejam de acordo com as legislações vigentes e devidamente higienizada antes de seu consumo, para garantir seus benefícios à saúde. 


Fontes: Palomo G., Iván; Yuri S., José Antonio; Moore-Carrasco, Rodrigo; et al. El consumo de manzanas contribuye a prevenir el desarrollo de enfermedades cardiovasculares y cáncer: antecedentes epidemiológicos y mecanismos de acción. Rev Chil Nutr; 37(3): 377-385, sep. 2010. Klanovicz, Jó. Toxicidade e produção de maçãs no sul do Brasil / Toxicity and apple production in southern Brasil. Hist Cienc Saude Manguinhos; 17(1): 67-85, jan.-mar. 2010. Alimentos Funcionais - 23/set/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário