sábado, 7 de setembro de 2013

Brasil já tem mais oito estados em zona livre de aftosa


Com a assinatura das normativas reconhecendo Alagoas e Rio Grande do Norte como áreas livres de aftosa com vacinação nesta sexta-feira, 6 de setembro, nos respectivos estados, o Brasil tem agora 23 unidades da federação com o status sanitário, além de Santa Catarina, que é considerada livre da doença sem vacinação.
O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, assinou as duas últimas normativas das novas áreas com os governadores de Alagoas, Teotônio Vilela, e do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini.
“Estamos em festa com a assinatura dessa normativa, que é fruto de um trabalho dos governos federal e estaduais, além dos produtores, que compreenderam a importância de vacinar seus rebanhos”, disse o ministro, que durante a semana percorreu sete estados nordestinos para firmar o reconhecimento nacional do novo status sanitário dessas localidades.
Serão beneficiados 1,3 milhão de bovinos e búfalos (0,6% do rebanho nacional), 45 mil de criadores e 45 mil propriedades no estado de Alagoas. No Rio Grande do Norte, serão 1,2 milhão de bovinos e búfalos, 46 mil propriedades e 55 mil criadores de bovinos. O governo federal investiu R$ 1,3 milhão no serviço veterinário em Alagoas e, no Rio Grande do Norte, R$ 3 milhões.
Para alcançar a meta de um Brasil 100% livre de febre aftosa até 2015, o Ministério da Agricultura quer trabalhar junto com os governos estaduais e a iniciativa privada para que os estados do Amapá, Roraima e a parte que falta do Amazonas também consigam obter o reconhecimento de zona livre da febre aftosa.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Agricultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário