terça-feira, 23 de julho de 2013

Sal x Iodo


O consumo de sal tem se mostrado elevado em todo o mundo, sendo seu excesso relacionado como fator de risco na presença de hipertensão arterial. O controle de sal na dieta deve ocorrer na presença e como prevenção para hipertensão. De acordo com estudo recente, a ingestão elevada de sódio, presente no sal está associada a resultados negativos para a saúde. Deste modo o estudo foi desenvolvido com o objetivo de avaliar os níveis de sal nas refeições prontas no Reino Unido. De acordo com os resultados, a quantidade de sal foi alarmante, sendo que as pizzas apresentavam os maiores teores dos alimentos avaliados. Porém, como o sal é utilizado em grande quantidade, também pode ser considerado como um veículo de fortificação, como pode ser observado através de estudo recente, o qual destaca o fato de distúrbios por deficiência de iodo terem sido predominantes na China até a introdução da iodação universal em 1985. O estudo destaca ainda que o consumo excessivo de sal pode levar ao risco, embora baixo, de consumo excessivo de iodo, sendo recomendada a monitorização regular de iodo urinário e mais pesquisas sobre o impacto do excesso de iodo. Os dados dos estudos destacam a importância do consumo moderado do sal, sendo este enriquecido com iodo. O consumo feito de forma adequada, contribui para o consumo equilibrado de iodo e contribui para minimizar os riscos da ingestão elevada de sódio. 


Fontes: Jaworowska A; Blackham T; Stevenson L; et al. Determination of salt content in hot takeaway meals in the United Kingdom. Appetite; 59(2): 517-22, 2012 Oct. Wu Y; Li X; Chang S; et al. Variable iodine intake persists in the context of universal salt iodization in China. J Nutr; 142(9): 1728-34, 2012 Sep. Saúde Pública - 23/jul/2013      Nossos Patrocinadores   © Copyright Nutrição em Pauta. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário