segunda-feira, 29 de julho de 2013

Ministério da Saúde do Reino Unido anuncia acordo voluntário para adoção de nova rotulagem nutricional






O novo modelo de rotulagem britânico será em cores e colocado na parte frontal das embalagens para ajudar os consumidores a seguirem uma dieta saudávelA Ministra da Saúde do Reino Unido anunciou, em junho deste ano, que as grandes multinacionais MARS UK, Nestle UK, PepsiCo UK, and Premier Foods irão adotar sistema único de rotulagem nutricional codificado com cores na parte frontal das embalagens de alimentos.  Essas empresas se juntam às grandes varejistas Sainsbury, Tesco, ASDA, Morrisons, o Co-operative e Waitrose e McCain Foods que já adotaram esse tipo de rotulagem nutricional.  A proposta tem como objetivo unificar os diversos tipos de informação nutricional utilizados no país e tornar mais fácil para as pessoas a tarefa de fazer escolhas mais saudáveis. O sistema irá combinar as cores do semáforo nutricional com a informação do quanto de gordura total, gordura saturada, sal, açúcar e calorias os produtos alimentícios contêm. Foram muitas discussões entre o governo do Reino Unido, as indústrias de alimentos, as ONGs de saúde e outros parceiros para acordar o sistema proposto e o uso de uma única etiqueta por todas as marcas.   A obesidade e alimentação inadequada custam bilhões de libras ao sistema público de saúde do Reino Unido a cada ano. São muitas as evidências de que mudanças na alimentação podem ter um grande impacto para a saúde e para prevenção de doenças crônicas - tais como doenças cardíacas - mais tarde na vida. As pessoas vão poder usar as cores para entender os níveis de nutrientes nos alimentos que estão comendo. Os rótulos não são projetados para demonizar os alimentos com muito vermelhos, mas para que as pessoas considerem o que elas estão comendo e certifiquem-se de que estão seguindo uma dieta saudável. As empresas que se inscreveram para usar o novo rótulo hoje já representam mais de 60% de todos alimentos que são vendidos no Reino Unido. O novo rótulo incluirá as informações abaixo por porção: • A quantidade de energia - em quilocalorias e quilojoules -, gordura total, gordura saturada, sal e açúcar. Os valores serão apresentados como “Dietary Reference” - anteriormente conhecido como VDR (Valor Diário de Referência) - e vai mostrar o quanto a ingestão máxima diária uma porção representa.• Um sistema de códigos em cores consistente vermelho, âmbar ou verde (considerando a quantidade por 100g e não por porção, salvo se o valor em uma parcela superior a 30 por cento do VDR). Para a pesquisadora em alimentos do Idec Ana Paula Bortoletto Martins esta é uma das medidas de fundamental importância também para o Brasil. “Considerando que a obesidade e outras doenças crônicas vem crescendo no país, o uso do semáforo nutricional pode auxiliar os consumidores brasileiros a fazer escolhas alimentares mais saudáveis” acredita Ana. 



 Fonte: IDEC



Nenhum comentário:

Postar um comentário