sexta-feira, 28 de junho de 2013

Vinho: benefícios à saúde



O vinho, produto da fermentação alcoólica do suco de uvas, é uma bebida consumida em todo o mundo e os estudos relacionados aos seus componentes revelam importantes qualidades nutricionais em relação ao seu consumo em quantidades adequadas. Pesquisa recente foi desenvolvida tendo em base informações de estudos epidemiológicos e experimentais, os quais revelam que o hábito de beber vinho de forma moderada, principalmente o vinho tinto, diminui o risco de doenças cardiovasculares e vasculares. As bases experimentais para estes benefícios ainda não são conhecidas completamente, mas sabe-se que parte se deve a componentes antioxidantes, como epicatequina, catequina, resveratrol e protoancianidinas. Sendo que estes dois últimos tem sido relacionados aos efeitos cadioprotetores presentes em vinhos e uvas.Além disso, de acordo com os estudos, deve-se dar a devida importância ao aumento das lipoproteínas de alta densidade, causado pelo consumo de álcool. Outro estudo foi desenvolvido com o objetivo de investigar os efeitos de frações não alcoólicas de vinho na síntese de óxido nítrico endotelial em células humanas. De acordo com os resultados, alguns dos componentes não alcoólicos do vinho aumentam a produção de óxido nítrico e assim sugerem que o consumo moderado de vinho pode beneficiar o sistema cardiovascular através de efeitos semelhantes ao estrogênio. Deste modo, os dados dos estudos sugerem que o consumo moderado de vinho fornece beneficios à saúde. Para tanto, seu consumo deve ser orientado e realizado por pessoas que não apresentem restrições em relação ao consumo de álcool.


Fontes: Bustamante-Novella, Guillermo. Wine and heart. Rev. peru. cardiol. (Lima); 37(2/3): 127-132, mayo-dic. 2011. Simoncini T; Lenzi E; Zöchling A; et al. Estrogen-like effects of wine extracts on nitric oxide synthesis in human endothelial cells. Maturitas; 70(2): 169-75, 2011 Oct. Alimentos Funcionais - 28/jun/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário