quarta-feira, 1 de maio de 2013

Alimentação e sono




O estilo de vida saudável, assim como alimentação equilibrada, atividade física e horas suficientes de sono são práticas que colaboram para a saúde e qualidade de vida. A associação dessas práticas contribui para a longevidade e pode estar relacionada à prevenção de alguns tipos de doenças.
De acordo com estudo recente, há um aumento concomitante da obesidade com uma redução média das horas de sono entre os americanos. Deste modo o estudo foi desenvolvido com o objetivo de determinar os efeitos da restrição parcial do sono sobre a ativação neuronal em resposta à estímulos alimentares. De acordo com os resultados, o sono reduzido pode levar a maior propensão de aumento na ingestão alimentar na população estudada.
Outro estudo foi desenvolvido para avaliar os efeitos do consumo de alimentos funcionais ricos em ácido docosahexaenóico (DHA) por gestantes e avaliar o padrão de sono dos recém-nascidos nas primeiras 48 horas pós-parto. De acordo com os resultados do estudo, a oferta no pré-natal de DHA na dieta tem um impacto benéfico sobre a organização do sono infantil.
Os dados dos estudos enfatizam a importância do consumo alimentar adequado e sua associação com o sono, sendo ambas práticas que devem ter início precoce, garantindo assim a qualidade de vida.


Fontes: St-Onge MP; McReynolds A; Trivedi ZB; et al. Sleep restriction leads to increased activation of brain regions sensitive to food stimuli. Am J Clin Nutr; 95(4): 818-24, 2012 Apr.
Judge MP; Cong X; Harel O; et al. Maternal consumption of a DHA-containing functional food benefits infant sleep patterning: an early neurodevelopmental measure. Early Hum Dev; 88(7): 531-7, 2012 Jul.


Nenhum comentário:

Postar um comentário