sábado, 16 de março de 2013

Vitamina A em crianças

A adição de ingredientes que aumentam o valor nutricional de alimentos é uma boa opção para garantir o consumo nutricional adequado de populações em risco nutricional ou mesmo promover melhor ingestão alimentar na população em geral.
Estudo recente foi realizado com o objetivo de desenvolver biscoitos tipo cookie adicionado de óleo de buriti a fim de analisarem sua aceitação sensorial e seu valor nutricional, visando sua utilização na merenda escolar, bem como avaliar o consumo de alimentos fontes de vitamina A por escolares. De acordo com os reusltados, apesar da necessidade de incentivar o consumo de frutas e hortaliças, sendo fontes de vitamina A, os biscoitos adicionados de óleo de buriti podem ser uma alternativa de inclusão de alimentos fontes desta vitamina na dieta de escolares.
Outro estudo foi desenvolvido com o objetivo de verificar os fatores associados ao consumo de forma adequada de suplementos fontes de ferro e vitamina A em crianças. De acordo com os resultados, houve alta taxa de ingestão destes suplementos da população estudada, porém ainda é necessária maior investigação em relação aos fatores fisiológicos, culturais, sociais e operacionais, relacionados ao consumo destes suplementos.
Os dados dos estudos evidenciam a preocupação em relação ao consumo adequado de micronutrientes em crianças, destacando a vitamina A, micronutriente de grande importância também nesta fase da vida. Mais estudos devem ser realizados para identificar o consumo de micronutrientes em diversas populações, desenvolvendo medidas para suprir as necessidades nutricionais.


 

Fontes:
Jailane de Souza Aquino; Débora Catarine Nepomuceno de Pontes Pessoa; Carlos Eduardo Vasconcelos de Oliveira; et al. Processamento de biscoitos adicionados de óleo de buriti (Mauritia flexuosa L.): uma alternativa para o consumo de alimentos fontes de vitamina A na merenda escolar. Rev. Nutr. vol.25 no.6 Campinas Nov./Dec. 2012.
Fernando López-Flores; Lynnette Marie Neufeld; Daniela Sotres-Álvarez; et al. Compliance to micronutrient supplementation in children 3 to 24 months of age from a semi-rural community in Mexico. Salud pública Méx vol.54 n.5 Cuernavaca Sep./Oct. 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário