quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Enquanto a inflação medida entre fevereiro de 2012 e janeiro de 2013 ficou em 5,95%, cerveja aumentou 12,99% e refrigerante e água, 8,67%



Outros gastos relacionados ao carnaval também tiveram aumento superior ao da inflação geral (Tuca Vieira/Folha Imagem)
Beber neste carnaval sairá mais caro do que no ano passado, mostram dados do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da Fundação Getulio Vargas (FGV). Enquanto a inflação medida entre fevereiro de 2012 e janeiro de 2013 ficou em 5,95%, de acordo com o Índice de Preços Consumidor - Semanal (IPC-S), o preço da cerveja e do chope aumentou 12,99%, do refrigerante e água, 8,67%, e do cafezinho, 12,13%, todos acima do índice de inflação.
O economista do Ibre e coordenador do levantamento, André Braz, citou que houve aumento na tributação das bebidas alcoólicas no período. "Além disso, houve melhora na renda, o que aumenta a procura e encarece os preços", acrescentou. As bebidas vendidas nos supermercados tiveram aumento superior ao registrado em geral das bebidas no período, crescendo 15,20%.
Braz explica que, apesar de os preços terem subido mais nos supermercados, não quer dizer que as bebidas estejam mais caras nesses estabelecimentos. "Esse número serve só para mostrar que o preço subiu em qualquer lugar, mas comprar bebida no supermercado continua mais barato que em bares e restaurantes, por exemplo. A bebida continua mais barata no supermercado", afirmou.
Outros gastos relacionados ao carnaval também tiveram aumento superior ao da inflação geral. É o caso de doces e salgados (10,98%), sorvetes fora de casa (9,27%) e hotel (7,12%).



Fonte: Veja Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário