quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Obesidade



 
A obesidade atinge milhões de pessoas em todo o mundo, sendo uma das principais preocupações da saúde pública, uma vez que sua presença está associada ao desenvolvimento de diversas doenças, sendo um grave fator de risco.

Estudo recente foi desenvolvido para avaliar a prevalência de sobrepeso e de obesidade associados a fatores socioeconômicos, em uma amostra de idosos não institucionalizados de Vitória-ES, Brasil. De acordo com os resultados, observou-se que tanto o Indice de Massa Corpórea como a circunferência da cintura (CC) foram significativamente associados (p <0,05) com o sexo, estado civil, presença de doenças e tabagismo.

De acordo com outra pesquisa, a inflamação subclínica é o elo entre a síndrome metabólica e as doenças crônicas, processo este agravado pela obesidade. Vários fatores de risco modificáveis têm sido associados com a inflamação, embora o efeito que cada um exerça, bem como o efeito acumulado destes fatores ainda não foi suficientemente explorado. Dentre os fatores modificáveis estão a atividade física e o tabagismo.

Os dados dos estudos evidenciam fatores relacionados à obesidade, sendo necessárias intervenções para sua prevenção e assim dimuir a ocorrência de doenças relacionadas.

Fontes:

Fabíola Bof de Andrade; Arnaldo de França Caldas Junior; Pedro Makumbundu Kitoko; et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade em idosos da cidade de Vitória-ES, Brasil. Ciênc. saúde coletiva vol.17 no.3 Rio de Janeiro Mar. 2012

Volp, Ana Carolina Pinheiro; Brito, Ciro José; Roas, Aendria Fernanda Castro Martins; et al. Estilo de vida e síndrome metabólica: exercício e tabagismo como moduladores da inflamação. J. Health Sci. Inst; 30(1): 68-73, jan.-mar. 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário